quinta-feira, dezembro 07, 2006

Rap na natureza

Uma espécie de passarinho que vive em cidades canta um tipo de "rap", enquanto exemplares da mesma espécie que vivem em áreas rurais cantam em um estilo mais tradicional, diz um estudo.

Pesquisadores da Universidade de Leiden, na Holanda, descobriram que o canto do chapim-real (Parus major) que vive regiões urbanas é mais curto e rápido, em comparação com o dos pássaros do interior.

Os pássaros urbanos também cantam mais agudo e são mais experimentais, arriscando formas diferentes de cantar. Segundo os especialistas, os pássaros urbanos se adaptaram para contrabalançar o barulho e aumentar suas chances de encontrar um parceiro.

Os pesquisadores observaram o chapim-real em dez grandes cidades européias, entre elas Londres, Paris, Amsterdã e Praga, e comparou os cantos dessas aves com os de passarinhos da mesma espécie que vivem em florestas.


Em todos os países pesquisados, os chapins da cidade grande cantam uma maior variedade de canções, que são mais curtas e têm freqüências mais agudas. Os chapins urbanos tendem a cantar de forma pouco comum. Seus cantos podem conter apenas uma nota, ou combinações de cinco ou mais notas. Já os da floresta preferem cantos mais "normais" com combinações de duas, três e quatro notas, diz o estudo.


A pesquisa cita o exemplo de um chapim-real de Rotterdam que arriscou uma canção com 16 notas, possivelmente copiada de um chapim-azul (Parus caeruleus).

Um comentário:

Renata disse...

Achei esse post interessantíssimo! Fiquei imaginando se um pássaro levado da cidade para o campo (ou vice-versa) depois de certa idade mudaria seu canto. Beijinhos.