sexta-feira, maio 04, 2007

Chuva de Meteoros

A chuva de meteoros η (eta) Aquarídeos, que acontece de 21 de abril a 12 de maio, tem seu pico de intensidade na madrugada deste sábado (5 de maio). Nesse período, os interessados poderão observar um meteoro em intervalos de poucos minutos, se instalados em locais de pouca luminosidade. A Lua, em fase minguante, compromete um pouco a observação, apagando os meteoros menos brilhantes.

Essas “estrelas cadentes”, como as chuvas de meteoros são popularmente conhecidas, são chamadas de eta Aquarídeos porque se manifestam na constelação do Aquário. Vista da Terra, preferencialmente a olho nu, a chuva de meteoros parece se originar de um único local, junto ao asterismo do Jarro d’Água, em Aquário. Esse ponto é chamado de radiante da chuva. No sábado, às 5h29, o radiante estará 48º acima do horizonte na direção leste-nordeste, melhor posição para a observação. Aquário nasce por volta das 2 horas.

A chuva de meteoros, que causa a impressão de um enxame de estrelas cadentes sobre a Terra, é resultado da entrada de pequenos corpos desprendidos de cometas e asteróides na atmosfera do planeta. Em seu movimento de translação, a Terra cruza algumas órbitas de cometas, astros associados a essas chuvas.

Eta Aquarideos resulta da passagem da Terra por uma esteira de fragmentos liberada pelo cometa 1P/Halley, especialmente em sua última passagem pelas proximidades do Sol, em 1985/86. O rastro formado uma faixa irregular está diretamente associado à intensidade das chuvas. A parte mais densa da esteira de restos, por exemplo, é responsável pelo pico das atividades que, no caso de Eta Aquarídeos, ocorre neste sábado. Esse mesmo rastro de fragmentos em órbita é cruzado pela Terra em outubro, quando a chuva de meteoros é vista no interior da constelação de Órion, originando os Orionídeos.

2 comentários:

Vieira Calado disse...

Já tive ocasão de observar alguns desses rastos de restos dum cometa.
Mas nem me lembrei de pôr essa informação no meu blog, há uns dias atrás.
O que foi pena.
Para apróxima estarei mais atento.
Um abraço.

Eduardo disse...

Na noite de 15/05/07 próximo da 1h da manhã, avistou-se no céu da cidade de Novo Hamburgo-RS na direção noroeste/sudeste meteorito de 10 vezes brilho de uma estrela comum.
Foi possível ver rastro que o meteorito deixava, tanto era luminosidade do corpo celeste.
Para o show ficar mais bonito a estrela cadente queimou em vermelho/verde/azul.
Visivel por mais de 60 segundos, desapareceu da visão das testemunhas no meio de predios que emcobriam a visão.