quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Geometria Muçulmana Avançada na Idade Média

Padrões geométricos sofisticados na arquitetura islâmica medieval indicam que os seus projetistas possuiam um grande conhecimento matemático 500 anos antes dos estudiosos ocidentais.

Por volta do século XV, os padrões de azulejos decorativos em obras primas da arquitetura islâmica atingiram uma complexidade tal que um pequeno número deles pode ser chamado de "quasicristalino".

Somente nos anos 70, o matemático e cosmólogo Roger Penrose foi o primeiro a descrever este tipo de padrão no Ocidente. Os padrões quasicristalinos são compostos por um conjunto de unidades que se encaixam formando padrões que nunca se repetem, nem quando extrapolados ao infinito, além de possuírem uma forma especial de simetria.

A tradição islâmica é reticente com as representações pictóricas na arte. As mesquitas e outras grandes construções islâmicas são geralmente decoradas com azulejos dispostos em padrões geométricos complexos.

As paredes de várias estruturas medievais islâmicas mostram padrões de estrelas e polígonos suntosos. Pesquisas revelam que, por volta do ano 1200, um grande avanço ocorreu na matemática e na arte islâmica, como indicam estes padrões geométricos.

O Islã floresceu no começo do século VII, quando a Europa estava mergulhada na Idade Média. Os islâmicos fizeram grandes avanços ao longo dos séculos em matemática, medicina, engenharia, cerâmica, tecelagem, arquitetura, entre outras áreas.

Um comentário:

Renata disse...

Nossa, fiquei encantada com essa padrão quasicristalino. Beijinhos!