quarta-feira, novembro 01, 2006

Vida Longa ao Hubble

A Nasa enviará astronautas ao espaço, em 2008, para consertar o telescópio espacial Hubble, que durante mais de uma década foi responsável por imagens inéditas do Universo. O anúncio foi recebido com entusiasmo pelos funcionários do Centro Goddard de Vôo Espacial, em Maryland, onde desde 1990 se opera o telescópio.

A NASA tinha cancelado a missão de manutenção do Hubble depois do ônibus espacial Columbia ter explodido em 2003.

Depois do desastre da Columbia, cogitou-se uma missão com robôs que salvasse o Hubble, mas o plano teve de ser abortado por sua complexidade e custo.

A missão dará uma justa sobrevida ao Hubble, que durante anos proporcionou imagens incríveis do espaço, além de ajudar a Nasa na preparação do telescópio para sua queda final através da atmosfera da Terra, que será controlada. A missão de reparo será realizada em 2008.

O Hubble é um telescópio de 13,3 metros de comprimento, com um espelho primário de 2,4 metros de diâmetro, e permite a observação do Universo a 13 bilhões de anos-luz. No espaço, o telescópio já fez mais de 93.500 órbitas da Terra, tirou cerca de 750 mil fotos e observou cerca de 21 mil objetos.

Astrônomos do mundo todo esperam que a próxima missão de reparo permita que o Hubble continue operando até 2013, quando a Nasa lançará seu próximo grande observatório espacial, o James Webb Space Telescope (JWST).

2 comentários:

Renata disse...

Post interessante, gostei. Não conhecia as dimensões do Hubble, 13 metros de comprimento é muita coisa! Ainda bem que não preciso escolher um Hubble para a cozinha. Beijinhos.

Anônimo disse...

ahahahahah nao teve graça nenhuma..... odeio-te se fores renata ou nao
I kill you